domingo, 29 de dezembro de 2013

Gondomar 2-1 Boavista

Esta tarde, o Boavista sofreu a sua primeira derrota na época 2013/2014, na deslocação a Gondomar, contudo garantiu ontem com o empate do Salgueiros, o apuramento para a fase final.

Este jogo ficou marcado, pela atitude passiva da equipa axadrezada na primeira parte, tendo na segunda parte, apresentado um dos melhores segundos 45 minutos deste campeonato.

O Boavista iniciou o jogo, lento, com uma marcação em cima dos jogadores do Gondomar, não conseguiam organizar o jogo e nem o jogo direto surtia efeito. Muitos dos jogadores axadrezados, apresentavam-se desconcentrados e pouco motivados. O Gondomar chegaria ao golo na marcaçao de um livre, oferecido pelo juiz da partida, que numa bola ganha por Ricardo Silva na altura, onde este foi estorvado, reclama com o arbitro a marcação da falta, situação que continua por alguns segundos, tendo o arbitro interrompido o jogo e assinalado falta no local onde Ricardo Silva se encontrava, a entrada da grande área, mostrando o cartão amarelo. O golo, surgiria na recarga desse livre.
O final da primeira parte, foi bem recebido por todos os presentes, dada a péssima exibição e jogo que assistíamos.

A segunda parte, o jogo mudou completamente, o Boavista entrou com outra atitude, tendo a entrada de Théo Mendy, sido preponderante, a equipa do Bessa encostou o Gondomar a sua área, e após várias incursões atacantes, surgiu uma grande penalidade assinalada a favor dos axadrezados, por derrube claro a Afonso, na conversão Jullian permitiu a defesa, tendo a bola ainda batido no poste. A equipa boavisteira, não abrandou e voltou a carga, Zé Manuel por duas vezes de cabeça e Bobô também ele de cabeça atiram fraco e a figura, em boa posição para marcar. O Gondomar era inofensivo, mas num cruzamento mal efectuado, que saiu em direção ao guarda-redes boavisteiro, Tiago deixa a bola escapar das mãos para dentro da baliza. Um golo, digno dos apanhados Watts na Eurosport.
O Boavista ficava assim a perder por duas bolas, mas a equipa não abanou, mantendo a mesma intensidade ofensiva, pecava somente na finalização, Bobô conseguiria reduzir de cabeça na sequência de um canto, faltava ainda cerca de 20 minutos. O Boavista dispôs de inúmeras oportunidades para chegar ao empate, sendo a mais flagrante já depois dos 90 m, por Jullian que na cara do golo, desvia a bola do guarda redes da casa, mas a bola passa caprichosamente ao lado do poste esquerda da baliza do Gondomar.

Uma derrota que coloca um ponto final a invencibilidade boavisteira, mas que os primeiros 45 minutos serviam de exemplo a não seguir, tendo a equipa dado uma prova da sua capacidade no segundo tempo.

Nas vitórias e nas derrotas, Boavista até Morrer !!!

Um Bom Ano para todos Boavisteiros.

Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Campinho, Ricardo Silva, Afonso (João Beirão)Miguel Cid, Luís Neves (Carraça) ,  José Manuel, Julian , Bobô e Li (Théo).

Golo Boavista: Bobô 65'

Boavista até Morrer...

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

15ª Jornada (29-12-2013)

Gondomar SC vs Boavista FC
Estádio S. Miguel -15 horas

Jogo da 1ª volta: Boavista 1-0 Gondomar

domingo, 22 de dezembro de 2013

Boavista 4-1 Perafita

 
 
 
 
Esta Tarde, o Boavista recebeu o Perafita, equipa que luta pela manutenção no Campeonato Nacional Seniores.

O Boavista procedeu a algumas alterações na equipa, tendo em conta o adversário, mas desde o apito inicial demonstrou que não ia facilitar e que procurava resolver o jogo cedo. Assim aconteceu, Bobô praticamente na primeira ocasião de golo, marca de cabeça um golaço, dando a melhor sequência a solicitação de Carlos, que com um passe longo e bem medido para a área do Perafita, isola Bobô.

O Perafita, com uma postura diferente relativamente a muitas equipas que já passaram no Bessa e com outras aspirações, com as suas limitações bem evidentes, procurou o golo, tendo este surgido na sequência de um pontapé de canto, que ao primeiro poste o seu jogador conseguiu antecipar-se a defensiva boavisteira, batendo Tiago Pinto, guarda-redes boavisteiro. De referir que o canto, foi dado pelo Tiago Pinto, respondendo com uma grande defesa um livre do meio da rua do avançado do Perafita.

O jogo acelerou, aquecendo um pouco os ânimos no relvado, mas Bobô serenou os colegas e adeptos ao corresponder da melhor forma, a um cruzamento milimétrico de Jullian na esquerda. O Boavista queria mais, teve oportunidades para o fazer por Zé Manuel primeiro e depois Li que vê o defesa negar-lhe o golo, já com o guarda-redes batido, mas seria este último a marcar, consegue em esforço bater o guarda-redes do Perafita, ficando vincada a vontade empregue pelo jogador em campo.

Na segunda-parte, com o Boavista mais lento, a deixar correr o relógio, não conseguia ser objetivo na frente, o Perafita aos poucos foi entrando novamente em jogo tendo criado 2 excelentes oportunidades, tendo Tiago Pinto respondido com uma boa defesa a um cabeceamento na área axadrezada e depois a própria barra a safar o 3-2, situações de bola parada, onde o Boavista hoje pareceu foi mais permeável, apesar de Campinho ter feito um bom jogo, faltava o patrão defesa Ricardo Silva. O 4-1, chegaria aos pés de Bobô em forma de prenda, faltava apenas o embrulho, o defesa do Perafita com um atraso curto, isola Bobô que não teve dificuldade em fazer o seu terceiro golo, fazendo assim Hatrick, premiando a boa forma que se tem apresentado.

O Boavista dispôs de mais oportunidades para chegar ao golo, Jullian numa remate de longe, Zé Manuel com um remate a queima roupa e, Miguel Cid poderiam ter chegado a mão cheia, mas seria um resultado ainda mais pesado.

De regresso as vitórias, após empate com o Amarante, tendo a equipa mostrado atitude nos 90 minutos de jogo.

BOAVISTA !!! HOHOHO !!!


Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Campinho, Carlos Santos, Afonso, Miguel Cid, Luís Neves (João Beirão),  José Manuel, Julian , Bobô (Théo)e Li (Carraça).

Golos Boavista: Bobô (Hatrick) e Li

Boavista até Morrer...


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

14ª Jornada (22-12-2013)

Boavista FC vs FC Perafita
Estádio do Bessa - 15 horas

Jogo da 1ª Volta: Peratifa 0-2 Boavista

domingo, 15 de dezembro de 2013

Amarante 2-2 Boavista

 
 
 
 
 
 
 
Esta tarde, o Boavista visitou o Amarante não indo além do empate, num jogo com partes distintas.

A primeira parte, pertenceu por completo ao Boavista, mas na segunda-parte, os axadrezados não entraram em jogo e o Amarante aos poucos foi acreditando e conseguiu alcançar o empate perto do final do jogo.

O Boavista, entrou pressionante, criando uma oportunidade clara de golo logo a abrir, Bobô isolado após oferta do defesa do Amarante, não conseguiu bater o guarda-redes da casa. O Amarante respondeu de seguida, enviando uma bola ao poste.
O golo inaugural, foi marcado por Fary, que bem servido por Bobô, remata para defesa do guarda-redes da casa, mas na recarga na perdoou. Só dava Boavista, com as algumas situações de perigo na área adversária, jogava com intensidade, o segundo golo apareceu com naturalidade, Jullian finaliza da melhor forma ao segundo poste, uma jogada bem realizada por Fary e Zé Manuel.
Ao intervalo, um claro vencedor, sendo o resultado justo face ao que as duas equipas produziram.

Na segunda parte, alguns dos jogadores do Boavista subiram ao relvado, mas deixaram a atitude e responsabibilidade no balneário. Muito recuado, sem posse de bola, limitava-se a gerir o jogo, se bem que noutros jogos, resultou, neste não foi o caso. A equipa do Bessa, ainda assim podia ter chegado ao 3-0, mas Fary na recarga foi apanhado adiantado.
O Amarante fez alterações, passando a jogar com mais gente na frente e o Boavista tirou Fary do campo, fazendo "entrar", não será a melhor palavra, Rui Gomes. Coincidiu, quase no lance seguinte as substituições, o Amarante reduzia, cruzamento na direita, ao segundo poste o avançado que tinha entrado na segunda parte, encostou para golo.
O Boavista não acordava, e nem as mexidas efectuadas por Petit (Pedro Navas e Théo), trouxeram algo de novo. O Amarante, chegaria ao empate, num remate acrobático, tendo a bola sobrevoado duas vezes a área axadrezada.
O Boavista já nos descontos, poderia ter chegado ao golo da vitória mas Zé Manuel não conseguiu desfeitear  o guarda-redes da casa.

Um empate, com sabor a derrota, com uma primeira parte bem realizada, o Boavista sucumbiu na segunda parte, não perante o adversário mas sim, perante si próprio, com jogadores a não justificarem a sua presença na segunda parte. Do banco, veio uma atitude passiva, negativa e pouco profissional, parecendo insatisfeito por não ser utilizado mais tempo, mas perante os dois últimos jogos realizados,  devia dar-se por estar satisfeito em fazer parte do plantel. Petit tem de fazer testes e avaliações, mas este jogo ficou manchado pela falta de atitude e ambição dos seus avançados.

Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Ricardo Silva, Carlos Santos, Li, Miguel Cid (Pedro Navas 72'), Luís Neves,  José Manuel, Julian (Théo 77'), Bobô e Fary (Rui Gomes 63').

Golos Boavista: Fary 16' e Julian 42'
Golos Amarante: Casinhas 65' e Fábio Pimenta 88'

Boavista até Morrer...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

13ª Jornada (15-12-2013)

Amarante FC vs Boavista FC
Estádio Municipal Amarante 15 horas

Jogo da 1ª volta: Boavista 2-1 Amarante

domingo, 8 de dezembro de 2013

Boavista 3-0 Coimbrões

Hoje o Boavista, recebeu e venceu o Coimbrões por três bolas a zero, num jogo com claro vencedor, a equipa do Bessa tardou em marcar o 1º golo, mas a vitoria nunca esteve em causa.

O Boavista apresentou-se com algumas surpresas, Li e Julian foram adaptados a defesas laterais, dando ainda mais profundidade ao 4-4-2 ofensivo que tem vindo a ser utilizado.
A equipa axadrezada entrou bem no jogo, dispondo de duas oportunidades claras de golo, mas  Zé Manuel primeiro, no frente a frente com o guarda-redes visitante, permitiu a defesa estando isolado e mais tarde Beirão, mais descaído, não conseguiram finalizar da melhor forma.
O Coimbrões aos poucos, foi conseguindo resfriar os ânimos dos jogadores boavisteiros, com muitas faltas e paragens, recuando as suas linhas, não permitiam espaços na sua área. As subidas dos laterais boavisteiros não surtiam efeitos, a combinação com os extremos não saía e Beirão muito desinspirado, faziam com que o jogo fosse lento e sem pontos de interesse.

A segunda parte, foi diferente, mais rápida e com algumas jogadas de entendimento e envolvência coletiva. Jullian aos 10m, deu o mote, rematando de longe para defesa apertada e na recarga o defesa do Coimbrões alivia para canto. Pouco tempo depois, deu-se a expulsão do jogador do Coimbrões que tem uma entrada despropositada para quem tinha já visto amarelo, recebendo corretamente a ordem de expulsão. O Boavista já estava por cima, com o Coimbrões reduzido a 10, Julian adiantou-se ainda mais no seu corredor e juntamente com Zé Manuel eram os principais quebra-cabeças da defensiva visitante.
Bobó colocaria o Boavista na frente, ao dar seguimento a um cruzamento na esquerda, bem tirado, teve apenas que direcionar o remate.
Zé Manuel teve oportunidade também para marcar, mas o poste negou-lhe o golo e Bobô não conseguiu melhor, permitindo a defesa. O mesmo jogador, Bobô bisaria no jogo, num remate de ressaca.
O melhor golo e a premiar uma boa exibição, Julian lançado na esquerda, entra na área e com um remate seco e colocado com o seu pé direito, colocava um ponto final no marcador.

Uma exibição que vale, fundameltalmente pela segunda parte, onde notou-se a maior qualidade dos axadrezados e as varias soluções que dispõem no seu plantel.

BOAVISTA!!!

Jogaram: Tiago Pinto, Li, Ricardo Silva, Carlos Santos, Julian, Luis Neves, Miguel Cid, José Manuel (Nuno Pereira) , Beirão (Théo Mendy) e Fary (Rui Gomes).

Golos: Bobô (2) e Julian

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

12ª Jornada (08-12-2013)

Boavista FC vs SC Coimbrões
Estádio do Bessa - 15 horas

Jogo da 1ª Volta: Coimbrões 1-0 Boavista

domingo, 1 de dezembro de 2013

Freamunde 0-2 Boavista


Esta tarde o Boavista, deslocou-se a Freamunde para jogar com a equipa local, posicionada na segunda posição a dois pontos da equipa axadrezada.

O Boavista, apresentou-se de forma surpreendente num 4-2-4, com a entrada de Fary para a frente do ataque, juntando-se a Bobó. Petit desta forma, quis mostrar que o Boavista estava em campo para ganhar o jogo.

Desde cedo, os axadrezados tomaram as rédeas do jogo, com o Freamunde a jogar na expectativa. Apesar do domínio e posse de bola, não conseguiu criar oportunidades claras de golo, tendo o Freamunde perto do intervalo, tido a melhor oportunidade de golo na primeira parte, numa incursão do seu defesa esquerdo, atirou de trivela a barra de Tiago Pinto.
Perto do intervalo, já com o jogo mais "quente", com os jogadores do Freamunde muito faltosos e quizilentos, viu ser perdoada uma expulsão  do seu jogador, que tinha entrado ainda a meio da primeira parte, por entrada muito dura.
Na segunda-parte, o Boavista mais confiante, viu reflectido o maior pendor atacante, com o golo de Bobó aos 5m. Na conversão de uma falta tirada por Fary (uma de muitas), Fary faz o primeiro remate, que é impedido pela defesa da casa, mas a bola caiu nos pés de Bobó que não perdoou.
O segundo golo não tardou em aparecer, ainda antes dos 15m, da segunda parte, Julian com um remate indefensável, aumentava a diferença no marcador. O Boavista recuou, sendo empurrado uma vez mais, pela equipa de arbitragem, com a expulsão de Carraça, por uma falta discutível e não merecedora de cartão amarelo.
Contudo as equipas adversarias de hoje, não contavam, com a grande exibição do inspirado Tiago Pinto, que quando a defensiva falhava, dizia presente. Face a incapacidade de reduzir o marcador, então reduzia-se no número de jogadores axadrezados, com a expulsão de Pedro Costa, era um filme já visto demasiadas vezes. 
Mas os jogadores boavisteiros, foram aguerridos e mantiveram as redes da baliza inviolável. 

Uma vitoria importante, face a um candidato a subida, que deveria ter uma outra atitude em campo, em que nada dignifica o clube.
O que dizer de mais duas expulsões, achamos que os responsáveis ou mandantes das mesmas, tenham finalmente enxergado que não vale a pena lutar contra o Boavista. 

Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Ricardo Silva, Carlos Santos, Afonso Figueiredo, Carraça , Miguel Cid, José Manuel (Théo) , Julian (Campino) e Fary (Luis Neves).

Golos: Bobó e Julian

Boavista até Morrer...

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

11ª Jornada (01-12-2013)

SC Freamunde vs Boavista FC
Complexo Desportivo Freamunde
15 horas

Jogo da 1ª Volta: Boavista 1-1 Freamunde

domingo, 24 de novembro de 2013

Boavista 2-0 Sousense

Hoje o Boavista, voltou a vencer no seu reduto na recepção ao Sousense. 

O Boavista jogou o quanto baste perante um adversário inofensivo, o Boavista entrou melhor mas de novo a equipa foi abatida por uma apatia geral, sabendo que o golo chegaria mais tarde ou mais cedo. Assim sucedeu, Bobô aproveita um oferta da defensiva frágil do Sousense, para inaugurar o marcador, com um remate certeiro para a baliza deserta. A terminar a 1ª parte do jogo, o Boavista fica a jogar com 10 elementos, após razia feita pelo juiz da partida admoestando vários jogadores boavisteiros na sequência da marcação de uma falta, expulsando Frechaut por palavras. Mesmo contra 10, o adversário mostrava-se incapaz de criar perigo.

Na segunda parte, o Boavista bateu-se de igual para igual, não se fazendo notar em campo a diferença numérica. O Boavista chegaria ao golo da confirmação, por intermédio de Julian, na melhor jogada, com um excelente cruzamento de Bobô na direita. O Sousense, apenas obrigou Tiago Pinto a aplicar-se aos 30 minutos da segunda parte, com um remate de longe. Um jogo com um claro vencedor, dando sequência aos bons resultados, porém as exibições não tem puxado pelo apoio da bancada. 
Na próxima semana, antevê-se o jogo mais difícil,na deslocação a Freamunde para a disputa da liderança.

Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Ricardo Silva, Carlos Santos, Afonso Figueiredo, Carraça , Freachaut (expulso 44'), Miguel Cid, José Manuel (Yuanyi Li 82') , Julian (Luis Neves 90') e Bobô (Théo Mendy 75') .

Golos: Bobô (37') e Julian(56')

Boavista até Morrer...

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

10ª Jornada (24-11-2013) 2ª Volta

Boavista FC vs UD Sousense
Estádio do Bessa - 15 horas

Jogo da 1ª Volta: Sousense 1-3 Boavista

domingo, 17 de novembro de 2013

Boavista 1-0 Camacha

 
 
 
 
 

O Boavista venceu hoje o Camacha, pela diferença mínima, frente ao 4º classificado antevia-se um jogo mais complicado, mas o Camacha demonstrou ser uma equipa bastante mole e permissiva no sector defensivo. 

Com o Boavista a comandar, mas sem criar oportunidades, o jogo lento adormeceu a equipa e os adeptos, que foram despertados com três tentativas de golo do Camacha, duas os seus avançados mostraram-se perdulários e uma ultima travada com uma excelente defesa de Tiago Pinto. O Boavista praticamente na primeira oportunidade flagrante chegou ao golo por intermédio de José Manuel, aproveitando uma insistência de Pedro Navas, aparecendo na cara do golo não perdoou. O golo a meia hora de jogo, veio a travar o ímpeto do adversário e o Boavista abrandou o ritmo.

Na segunda parte, praticamente nada se alterou, relativamente ao fecho da primeira, o Camacha perdia a objectividade e acusava desgaste nos seus jogadores, o Boavista com uma tarde bastante desinspirada, não aproveitava o maior desacerto defensivo, para acabar com o jogo. Apenas um "canhão" de Carraça, defendido por reflexos e de forma pouco ortodoxa para canto, mexeu com a bancada. Petit tardou uma vez mais as alterações, onde o recém entrado Li, perdeu um golo feito, quando permite que guarda redes faça mais uma grande defesa. 

Uma vitoria que nos coloca de novo na liderança, face ao empate verificado no jogo entre o Gondomar e o Freamunde. Sem deslumbrar, somos a melhor equipa num campeonato desequilibrado, mas com muito a fazer.

Jogaram: Tiago Pinto, Pedro Costa, Ricardo Silva, Carlos Santos, Afonso Figueiredo, Carraça , Pedro Navas(Luis Neves 34'), Miguel Cid, José Manuel (Théo Mendy 82'), Julian (Yuanyi Li 70') e Bobô.

Golos: José Manuel (29')

Boavista até Morrer...

Texto: José Pedro - Fotos: Mário Pereira

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

sábado, 2 de novembro de 2013

Salgueiros 08 1-1 Boavista

 
 
 
 
Esta tarde, o Boavista deslocou-se ao Estádio Municipal da Maia, para enfrentar o Salgueiros 08.

Um jogo que ficou aquém das expectativas, não tendo sido bem jogado, devido ao tempo e estado do terreno, mas também face a atitude de ambos treinadores. O Boavista voltou a apresentar novidades no seu onze, com a aposta de Bobô para a frente do ataque.
O Boavista entrou melhor, decidido em chegar ao golo cedo, aproveitava o nervosismo evidente em alguns jogadores do Salgueiros, mas não capitalizava em oportunidades de golo.
A passagem da meia hora, a equipa da casa, foi-se libertando e aproximou-se da área axadrezada, num lance de insistência Tiago Pinto viu a sua barra impedir que o Salgueiros se adianta-se no marcador. Em resposta Bobo de cabeça na sequência de um pontapé de canto inaugurava, colocando o Boavista na frente. O Boavista recuou as linhas, arrastando o resultado para o intervalo.

O Boavista na segunda parte iniciará, da mesma forma que terminara a primeira parte, recuado, lento e a dar iniciativa ao adversário, essa passividade veio a pagar-se caro, com a chegada do golo do empate, num lance onde o avançado do Salgueiros trabalha bem na área, mas com a passividade e permeabilidade de Carlos nesse lance.
O Boavista reagiu, Li com uma excelente jogada individual já dentro da área adversaria, obrigou o guarda redes a uma defesa de recurso, sobrando para o mesmo Li que serviu na perfeição Carraça, mas na zona do penalti atira ao lado.

Até ao final do jogo, muita luta, mas sem nenhuma das equipas a arriscar, sem os resultados pretendidos com as substituições efectuadas, por pecarem de ser muito tardias, acaba por ser um resultado justo.

Mais uma jornada sem perder, podendo no entanto ser alcançados na frente pelo Freamunde amanha, passando a ser uma liderança partilhada.

Nota: Para a presença em massa dos adeptos axadrezados, nesta tarde chuvosa.

BOAVISTA SEMPRE PRESENTES !!! 

Jogaram: Tiago Pinto, Claúdio Lopes, Ricardo Silva, Carlos Santos, Hugo Costa, Carraça (Luis Neves), Pedro Navas, Miguel Cid, José Manuel (Yuanyi Li) ,Julian (Théo Mendy) e Bobô.

Golos: Bobô (35')

Boavista até Morrer...

Texto: José Pedro - Fotos: Mário Pereira