domingo, 28 de novembro de 2010

Sertanense 2-0 Boavista





Esta tarde o Boavista sofreu a 2ª derrota no campeonato, perdendo também dois jogadores para o próximo desafio.
O Boavista entrou em jogo com uma estrutura mais defensiva do que o habitual, com a entrada de Leo Bonfim, em detrimento Paulo Gomes. Diogo Leite passou assim para o meio campo.
O início do jogo justificava a opção tomada por Rui Ferreira, num relvado muito pobre onde não se jogava futebol, as equipas apostavam no jogo directo e nas bolas paradas.
O momento e homem do jogo pela negativa, foi Hélio que foi expulso após agressão a um jogador do Sertanense. O Sertanense pouco tempo depois chegou ao golo. O Boavista perto do intervalo, chegou ao golo por intermédio de Paulo Campos mas invalidado pelo arbitro assistente por “suposto fora-de-jogo”, no “campo” deixou algumas dúvidas.
Na segunda parte, nada se alterou o Boavista procurava criar algum perigo na área adversária mas sem qualquer resultado. O Boavista sofreria o 2º golo no início da segunda parte numa jogada de contra-ataque.    
Destaque ainda para a 2ª expulsão do jogo, de Beré por acumulação. Mais uma infantilidade, entrada faltosa sobre o guarda-redes da equipa da Sertã.
Até ao final do jogo, os jogadores do Boavista tentaram dignificar ao máximo as camisolas que envergam mas não conseguiam diminuir a desvantagem. O Sertanense com mais 2 jogadores, continuava a mostrar que não era equipa para vencer o Boavista, e que a 1ª expulsão deitou por terra a continuação da senda das vitórias.
Apenas duas notas, uma para a presença em grande número de adeptos boavisteiros nesta longa deslocação e para o preço exorbitante dos bilhetes. Não é possível pagar 9 € para um “estádio” onde até a nossa equipa B joga em melhores relvados.
Pensava que a guerra era nas favelas do Rio de Janeiro, mas afinal também havia na Sertã face a presença da GNR (mais parecia a cimeira da Nato). Se a intenção era intimidar os adeptos Boavisteiros, essa missão é impossível.
Próximo jogo é para voltar as Vitórias.

ATÉ MORRER….

terça-feira, 16 de novembro de 2010

9ª Jornada (28-11-2010)

Sertanense vs Boavista FC 


      Campo de jogos Dr.Marques dos Santos - 15 horas

domingo, 14 de novembro de 2010

Boavista 3-0 Sporting de Pombal

 
 

Passado sábado o Boavista conquistou mais uma vitória, a 4ª consecutiva agora frente ao Sporting de Pombal.
O Boavista com o esquema de jogo habitual de 3 centrais, dominou o jogo do 1º ao último minuto. A equipa está confiante e tranquila, trocando a bola por todos os sectores, não se precipita na procura do golo.
O primeiro golo apontado por Paulo Campos após investida de Rui Dolores materializada a superioridade da equipa axadrezada. O Pombal não conseguia reagir, e o segundo golo de Béré na conversão de uma grande penalidade deitava por terra qualquer esperança da equipa adversária em discutir o resultado.
Na segunda parte, o jogo reatou com um ritmo bastante baixo e apenas a meio da segunda parte o Boavista voltou a carregar. Criava numerosas oportunidades de golo mas não se traduziam em golos, apenas uma excepção o 3-0 marcado por Diogo Leite, na sequência de um canto.
Uma vitória que se pode juntar uma excelente exibição, a 1ª em casa.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

domingo, 7 de novembro de 2010

União da Serra 1-2 Boavista






Esta tarde o Boavista levou de vencida o UD Serra, somando assim a 3ª vitória consecutiva.
O Boavista apenas com uma alteração em relação ao último jogo, a entrada de Béré em detrimento de Ruizinho. O Boavista entrou bem no jogo dando mostras de ser uma equipa superior, personalizada e objectiva chegou ao 1º golo aos 30m por intermédio de Béré finalizando uma investida do inspirado Rui Dolores.
A ganhar o Boavista baixou o ritmo de jogo, deu a posse de bola ao adversário mas espreitava os espaços deixados pela defesa contrária, com rápidos contra-ataques.
Já perto do intervalo após a cobrança de uma bola parada junto a bandeirola de canto, o UD Serra chegou ao empate na única ocasião de perigo numa falha tremenda do guarda-redes Boavisteiro Golas.
Na segunda parte, o jogo parecia que estava condenado a um empate fase a apatia geral, quando apareceu uma arrancada de Béré desde o meio campo ganhando em velocidade a defesa da casa ofereceu o golo a Diogo Fonseca, que tinha entrado ao intervalo para o lugar de Paulo Campos.
O Boavista com uma defesa muito compacta com a entrada de Léo Bonfim para o lugar de Paulo Gomes, o UD Serra não criou nenhuma ocasião de perigo.
Uma vitória importante que coloca o Boavista nos primeiros lugares da tabela. Uma alegria a todos os apoiantes do nosso clube que ansiavam ver o Boavista lutar pelos primeiros lugares mesmo sabendo que não poderá subir.

terça-feira, 2 de novembro de 2010